MAXFLOR L.A. VIRBAC 100ML

MAXFLOR L.A. VIRBAC 100ML

R$ 130,00
2 x de R$ 65,00 sem juros
ou R$ 123,50 à vista (com 5,00% de desconto no Itaú Shopline)
Quantidade

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar

Consulte frete e prazo de entrega

Não sabe o CEP?

descricao

Tratamento de enfermidades respiratórias e digestivas em suínos e bovinos causadas por microrganismos sensíveis ao florfenicol, tais como aPasteurella multocidaHaemophilus parasuis,Actinobacillus pleuropneumoniaeKlebsiella pneumoniae e Streptococcus sp.

bula

Fórmula

Frascos-ampola de vidro contendo 30 ou 100 mL.
Florfenicol..............................40 g
Veículo....... q.s.p.................100 mL

Posologia

Bovinos:

Via intramuscular profunda: administrar, com intervalos de 48 horas, 2 injeções de 1 ml para cada 20 kg de peso vivo, o que corresponde à dose de 20 mg de florfenicol para cada kg de peso corporal.

Suínos:

Via intramuscular profunda: administrar, com intervalos de 48 horas, 2 injeções de 1 ml para cada 20 kg de peso vivo, o que corresponde à dose de 20 mg de florfenicol para cada kg de peso corporal.

Propriedades

O florfenicol é uma substância antimicrobiana sintética de amplo espectro, de estrutura semelhante ao cloranfenicol, porém com diferenças em dois aspectos fundamentais:

·        presença de um grupo p-metilsulfonil em lugar do grupo p-nitro;

·        presença de um átomo de flúor em lugar do grupo hidroxila (OH) e no álcool primário terminal.

Estas diferenças fazem com que o florfenicol não apresente o mesmo risco de indução de anemia aplástica.

Sua ação bacteriostática ocorre pela inibição da síntese proteíca por ligação às subunidades do ribossoma da bactéria suscetível (principalmente pela inibição da peptil-transferase), evitando o transporte de aminoácidos para as cadeias do peptídeo em crescimento e consequentemente impedindo a formação de proteínas.

O florfenicol tem demonstrado, tanto in vitro quanto in vivo, atividade eficaz contra a maioria das bactérias Gram-positivas e Gram-negativas que causam diversas enfermidades em bovinos e suínos. Também apresenta atividade contra algumas bactérias resistentes ao cloranfenicol, possivelmente porque está menos afetado pela enzima que produz resistência bacteriana contra o cloranfenicol e o tianfenicol.

Contra Indicações

  • Não deve ser aplicado em fêmeas produtoras de leite para o consumo humano

Precauções

A utilização do produto em condições diferentes das indicações de bula pode causar a presença de resíduos do produto acima dos limites aprovados, tornando o alimento de origem animal impróprio para o consumo.

Período de carência

 

Bovinos: o abate de animais tratados deve ser realizado 28 dias após a última aplicação.

Suínos: o abate de animais tratados deve ser realizado 20 dias após a última aplicação.

 

Produtos que você já viu

Você ainda não visualizou nenhum produto

Termos Buscados

Você ainda não realizou nenhuma busca