+55 (67) 3321-6800
Olá visitante, faça seu
Olá visitante, faça seu
ELETRIF DE CERCA DUBOI 50K/110

ELETRIF DE CERCA DUBOI 50K/110

3 x de R$ 124,31 sem juros
R$ 372,95
ou R$ 354,30 à vista (com 5% de desconto no Boleto)
R$ 372,95
3 x de R$ 124,31 sem juros
ou R$ 354,30 à vista (com 5,00% de desconto no Boleto)
Quantidade

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar

Consulte frete e prazo de entrega

Consulte frete e prazo de entrega

Não sabe o CEP?

bula

Princípio de funcionamento:

Os eletrificadores de cercas DUBOI, funcionam a partir da conversão de energia de baixa voltagem (12 Volts) proveniente de uma bateria, em pulsos de curta duração (300 milionésimos de segundo) e intervalos de 1,2 a 1,5 segundos, alta voltagem e baixa corrente, o que os tornam seguros e eficientes em sua função. 
 

Instalação:

O ideal é instalar o aparelho o mais próximo possível do centro da superfície a ser eletrificada para o melhor aproveitamento do raio de ação do eletrificador.
Os aparelhos eletrificadores Duboi são construídos em caixas, que instaladas corretamente, suportam a ação das intempéries. Abrigá-los da ação do sol e da chuva contribuirá para uma maior vida útil do conjunto. Recomenda-se colocá-los em local coberto, pendurado a uma altura adequada (1,60 m. aproximadamente) em lugar visível, fora do alcance de crianças e de animais, próximo a uma tomada de energia elétrica e que permita uma fácil conexão ao aramado e ao aterramento.

Procedimentos:

1 - Instale o aparelho com a parte frontal virada para baixo, pendurado pelas duas "orelhas" localizadas na parte superior do aparelho.

2 - Certifique que o aparelho eletrificador esta desligado.
3 - Conecte o terminal terra (fio preto) do eletrificador à haste de "aterramento". Para a confecção do aterramento, siga as instruções do capitulo aterramento.
4 - Ligue o terminal de alta tensão (fio azul) ao arame eletrificado da cerca elétrica.
5 - Certifique-se que todas as ligações estão corretas para então ligar o aparelho.
 

Aterramento:

O aterramento elétrico é, com certeza, um assunto que gera um número enorme de dúvidas quanto às normas e procedimentos para a sua instalação. Muitas vezes, o desconhecimento das técnicas para realizar um aterramento eficiente, pode causar o mau funcionamento do aparelho eletrificador, ou pior, a queima do equipamento.
Uma grande porcentagem de usuários não obtêm a máxima eficiência de seu eletrificador devido a um mau aterramento. 
Neste capítulo serão apresentadas as funções do aterramento, e como construí-lo eficazmente.

Para que serve o aterramento?

http://duboi.com.br/images/seta1.gif O aterramento elétrico tem quatro funções principais:

1 - Viabilizar o funcionamento do aparelho eletrificador.
2 - Proteger o equipamento, através da viabilização de um caminho para a terra, de descargas atmosféricas (raios).
3 - "Descarregar" cargas estáticas acumuladas nos aramados das cercas eletrificadas para a terra.
4 - Facilitar o funcionamento dos dispositivos de proteção (kits desviadores de raios, conjuntos fusíveis, centelhadores, etc.), desviando para a terra as altas voltagens e ou corrente proveniente das descargas elétricas.

É o aterramento que estabelece o contato elétrico com o solo, a fim de fazê-lo tornar-se o segundo condutor de uma cerca elétrica. Isto é possível devido à composição natural do solo, basicamente formado de sais minerais, alguns óxidos metálicos e umidade entre outros. Dependendo das características do solo, a corrente elétrica viaja por distâncias notáveis.
A escolha do material para se fazer o aterramento é de grande importância, pois deverá ser levado em conta que hastes de ferro comum, sem proteção contra a ferrugem, se corroerão com muita velocidade tornando o aterramento ineficiente.
E importante frisar que se o aterramento for feito com hastes galvanizadas (zincadas), as abraçadeiras e o arame que ligam o terra do aparelho ao aterramento, deverão, também, ser galvanizados para minimizar os efeitos da corrosão do tipo galvânica. 
Um outro fator que também influi no aterramento é o comprimento das hastes. O uso de hastes curtas demais, em solos secos ou arenosos, não possibilitam um bom aterramento. Mesmo que usadas várias hastes curtas em paralelo não se resolverá o problema de insuficiência de aterramento. Isto acontece porque quando uma corrente elétrica é enviada através do solo, ela encontra uma certa oposição devida à resistência que o solo apresenta. Esta resistência varia de acordo com a composição do terreno. Em um solo argiloso e úmido a corrente elétrica praticamente não encontrará oposição para a sua circulação e o aterramento poderá ser construído com apenas três hastes cobreadas, ou cano galvanizado, com um comprimento de 2,40 metros cada, separadas de 2 a 3 metros de distância entre si, ou então formando um triângulo de 2,4 metros de lado, unidas entre si por fio de cobre número 10, ou por arame galvanizado quando o aterramento for confeccionado com canos galvanizados. Já em um solo arenoso e seco é praticamente impossível conduzir a corrente elétrica por grandes distâncias, devido à resistência que o mesmo apresenta. Explicando melhor: a areia que forma este tipo de solo e um material altamente isolante. Neste caso, o aterramento deverá ser feito com hastes que possuam roscas em suas extremidades para serem unidas umas as outras e assim conseguir atingir uma profundidade maior, procurando chegar à zona de umidade permanente do solo. Fica claro, também, que o número de hastes em fila ou o comprimento das mesmas, será determinado pela característica do solo.
Uma outra forma de se conseguir melhorar o aterramento em terrenos arenosos, é com a colocação de um outro arame ligado ao aterramento principal para que a corrente elétrica possa percorrer toda a cerca, fechando o circuito quando o animal tocar os dois arames. Com a instalação deste segundo arame é possível a utilização do mesmo para a colocação do "terra secundário". Isso se faz, colocando uma haste de aterramento intercalada a cada 1000 metros, aproximadamente, a partir do aterramento principal e ligado a este segundo arame.
 

 

Teste do aterramento:


Uma forma fácil e prática de se comprovar a eficiência do aterramento é com a utilização de um voltímetro digital para cerca elétrica. Para isso, providencie uma haste de aterramento e um voltímetro digital, e siga as instruções como abaixo.

 


1 - Desligue o aparelho eletrificador.
2 - Curto-circuite o arame vivo da cerca elétrica utilizando uma barra de ferro, a uma distância de 100 metros do aterramento principal. Finque a barra de ferro, aproximadamente, 10 cm de profundidade.
3 - Ligue o aparelho eletrificador.
4 - Estique completamente o fio do voltímetro e finque toda a parte metálica da ponteira de aterramento no solo.
5 - Faça a leitura no voltímetro. Se a mesma estiver maior que 0,3 kilo volts (300 volts), o aterramento deverá ser melhorado, acrescentando-se mais hastes no aterramento do aparelho. Se a tensão estiver igual ou menor que 0,3 kilo volts, o aterramento está bem feito.
 

Cuidados fundamentais:

1 - Nunca utilizar aterramentos de rede elétrica ou de qualquer outro artefato elétrico. Na confecção do aterramento da cerca elétrica manter um afastamento mínimo de 10 metros de qualquer outro aterramento já existente.
2 - Não instalar mais que um eletrificador no mesmo arame.
3 - Nunca misture arames de ligas diferentes, como por exemplo: fios de cobre com arame galvanizado porque estes se oxidarão com muita facilidade provocando mau contacto nas uniões.
4 - Para eletrificadores instalados dentro de galpões ou similares a extensão do terra e do fio vivo deverá ser feita com arame galvanizado encapado (cabo subterrâneo) para evitar acidentes com crianças e pequenos animais.
5 - Não fixar o arame elétrico em postes de distribuição de energia elétrica ou telefônico.
6 - Não instalar cerca eletrificada debaixo de linhas de alta ou baixa tensão. 
7 - Não eletrificar arames farpados.

 

Indique a um amigo

Preencha os campos abaixo e clique em Indicar Produto.
A sua indicação será enviada para o e-mail especificado.

Avaliar produto

Preencha seus dados, avalie e clique no botão Avaliar Produto.
Muito Ruim Ruim Bom Muito Bom Excelente

Produtos que você já viu

Você ainda não visualizou nenhum produto

Termos Buscados

Você ainda não realizou nenhuma busca