Vermifugos-promo-maio-2015

Neste mês de Maio, além de você aproveitar a campanha contra a aftosa, e vacina todo seu rebanho, você também pode aproveitar nossas incríveis promoções. Nossos melhores produtos na linha de vermífugos estão com preços baixíssimos! Dectomax, Ivermectina 1% da Agener e Cydectin são vermífugos conhecidos no mercado e por isso estamos oferecendo os melhores preços.

PROMOÇÕES PARA O MÊS DE MAIO!

- DECTOMAX 500ml por: R$136,00

Dectomax é um antiparasitário injetável para bovinos, suínos e ovinos. Atua no controle e tratamento das parasitoses causadas por nematódeos gastrintestinais e pulmonares, nematódeos renais, miíases, carrapatos, bernes, piolho mastigador, piolhos, ácaros da sarna e também auxilia no controle da população de mosca-dos-chifre.

Um produto da linha da Zoetis e apresenta DORAMECTIN, uma avermectina descoberta pela Pfizer em sua fórmula que consiste em alterar a atividade de troca de íons cloro no sistema nervoso dos nematódeos e artrópodes. As avermectinas bloqueiam os receptores que aumentam a permeabilidade da membrana aos íons cloro. Isto inibe a atividade elétrica das células nervosas dos nematódeos e das células musculares dos artrópodes, causando paralisia e morte dos parasitas. Dectomax é uma solução estéril pronta para uso!

Uma injeção de pequeno volume do produto controla uma ampla variedade de vermes redondos e artrópodes que comprometem a saúde e a produtividade do rebanho.

- Ivermectina Mectimax 1% 1 litro por: R$ 35,00

A Ivermectina é uma substância produzida por um fungo chamado Streptomyces, é indicada para o controle e tratamento de estágios adultos e imaturos dos nematódeos  gastrointestinais e pulmonares de bovinos, ovinos, caprinos e  suínos, assim como controle e tratamento de ectoparasitoses nestes animais, sensíveis ao princípio ativo da formulação. Auxilia no controle do carrapato dos bovinos (Boophilus microplus), no controle da miíase cutânea (bicheiras), causada pelo estágio larval da mosca. Basta aplicar o produto por via cutãnea na dosagem de 1ml para cada 50 kg de peso corpóreo. Em suínos o produto deve ser aplicado sob via subcutânea, na dosagem de 1ml para cada 33kg de peso corpóreo.

 - Cydectin 500ml por: R$ 137,00

Cydectin tem estrutura química diferente da ivermectina, o principio ativo de Cydectin atinge a concentração plasmática máxima em apenas 19 horas, ou seja, começa a matar a maioria dos parasitos já no primeiro dia. A molécula de Cydectin concentra-se no tecido adiposo sendo liberada para a corrente sanguínea e tecidos-alvo. Recomenda-se separar os animais em grupos de acordo com o peso e usar a tabela para orientar a dose.

LEMBRE-SE: O uso dos três medicamento deve sempre ser feito sob prescrição do médico veterinário, que irá ajustar a dosagem e determinar a freqüência de aplicação da droga de acordo com o caso clínico e as condições do animal.

Valorizacao-Bezerros

O preço recorde do bezerro sul-mato-grossense que atingiu em abril deste ano a cifra de R$ 1.438,13, causando valorização de 28% ante o mesmo período do ano passado, faz com que criadores do Estado aproveitem o momento para comercialização em grande escala. Analisando as cotações dos últimos meses, cerca de 20 criadores se uniram para disponibilizar ao mercado de recria  cerca de 1,5 mil bezerros e bezerras, apostando na comercialização por meio de leilões. Os criadores optam por este formato por possibilitar médias de até 33% acima da cotação atual, chegando a vender animais em fase de desmama por R$ 2.130,00.

O ideal para atingirem valores como este, que ultrapassam as médias nacionais, de acordo com os criadores, é o formato de leilão, mas esta venda deve estar atrelada à qualidade do produto. “Investimos fortemente em qualidade com foco em genética, manejo e nutrição do animal e isto faz com que muitas vezes os custos cheguem a aproximadamente 50% do valor total comercializado por bezerro. O que precisamos esclarecer é que só aumentaremos a receita na pecuária a partir do momento que abrirmos a mão para injetarmos recursos ao nosso rebanho”, destaca o pecuarista que de Figueirão (MS), Rubens Catenacci, que neste ano atingiu recordes de preço com seus bezerros em leilões no Nordeste e no Centro-Oeste brasileiro.

Segundo o administrador da Fazenda 3R, Rogério Rosalin, disponibilizar animais em grande escala é fundamental neste momento. “Para quem é pecuarista há anos, sabe que a atual cotação privilegia o mercado de cria, que chega a ser mais vantajoso que o comércio de boi gordo. Este mercado nunca esteve tão valorizado. E quem tem bezerros e preza por qualidade deve estar atento à demanda e disponibilizar em maior volume”, enfatiza o administrador, que junto com outros criadores  disponibilizou 1,5 mil bezerros e bezerras durante a Expogrande 2015, atingindo média geral de R$ 1.848,62 por cabeça e já prepara dois outros leilões para cerca de outras 3 mil cabeças em Camapuã no dia 20 de maio e no dia 25 em Campo Grande.

Questionado sobre o andamento do mercado de bezerros em 2015, Catenacci afirma que não arrisca previsões, mas que confia na estabilidade e em preços superiores a 2014 por todo o ano. “Visto a escassez de animais para reposição que valoriza o bezerro, apostamos em alta nos preços por todo o ano e por isso nos dedicamos à comercialização em grande escala. É válido lembrar que este ágio da arroba de bezerros superior ao boi é uma tendência que só será mantida com investimentos”, finaliza.

Leilões

Aproveitando as altas cotações e com a finalidade de atingir recordes superiores aos R$ 2.130,00, média da Fazenda 3R durante a Expogrande, criadores de Mato Grosso do Sul se organizam e dividem 3 mil bezerros e bezerras para comercialização em Camapuã, durante o Leilão Bezerros de Qualidade, do dia 20 de maio. A outra metade será ofertada no dia 25 em Campo Grande, no Terra Nova Eventos.

Fonte: Rural Centro

Couro-Limpo-Maio2015

Couro Limpo é um produto referência, indicado para uso em pulverizações ou banho de imersão em Bovinos no combate aos carrapatos (do gênero Boophilus microplus – adultos e imaturos), bernes (larvas de Dermatobia hominis), mosca do chifre (Haematobia irritans), mosca comum (Musca domestica) e piolhos (dos gêneros Damalina bovis, Linognathus vituli e Haematopinus eurysternus).

Couro Limpo apresenta-se em frasco ampola nas opções  de 25, 100, 250 e 1000ml. É um produto moderno, onde cada 100 ml é composto de:

Cipermetrina……………………….15,0 g

Clorpirifós……………………………25,0 g

Citronelal………………………………1,0 g

Veículo q.s.p…………………….100,00 mL

A associação destes três princípios ativos diferentes eliminam todos os ectoparasitas dos bovinos. Isso acontece porque a cipermetrina é um inseticida Piretróide de última geração, o Clorpirifós é um inseticida Organofosforado e o o Citronelal é um repelente natural, o que oferece ao produto uma melhor ação contra os ectoparasitas. Além disso, também é indicado para aviários, no combate ao cascudinho (Alphitobius diaperinus adultos).

DICAS PARA MELHOR USO:

Pulverizar toda superfície do animal, especialmente as regiões mais infestadas, como barbelas, entre as pernas, orelhas, etc. Usar aproximadamente 5 litros por bovino adulto. O produto deve ser diluído em água segundo tabelas abaixo:

PULVERIZAÇÃO:

PRODUTO                                      ÁGUA

1000mL                                          800 litros

500mL                                            400 litros

250mL                                            200 litros

100mL                                              80 litros

25mL                                                 20 litros

BANHO DE IMERSÃO:

Para CARGA, diluir o Couro Limpo na proporção de 1 litros para 1000 litros de água.

Na RECARGA, diluir o Couro Limpo na proporção de 1,5 litros para 1000 litros de água.

Couro Limpo é um produto de fácil aplicação e associação dos princípios ativos evita o aparecimento de resistência dos parasitas. Conheça este e outros produtos na nossa loja online! Aproveite nossa promoção, compre Couro Limpo por apenas R$ 30,50.

ModPlus-Agener

Mod Plus é um tônico revigorante para bovinos, ovinos e caprinos à base das seguintes vitaminas e minerais:

- Vitamina E acetato,

- Vitamina B12,

- Monoglutamato de sódio,

- Cloridrato de L-lisina,

- Glicina,

- DL-metionina,

- Cloridrato de L-arginina, L-valina, L-triptofano,

- Cloridrato de L-histidina, L-leucina,

- Selenito de sódio anidro,

- Sulfato de cobre,

- Cloreto de cobalto, cloreto de sódio, cloreto de zinco,

- Iodeto de potássio,

- Hipofosfito de cálcio,

- Cloreto de magnésio.

Além dos minerais e vitaminas, indispensáveis para o funcionamento do organismo, o produto contém selênio, que contribui para o fortalecimento do sistema imunológico e melhora o desempenho reprodutivo.  Mod Plus é indicado no tratamento de deficiências do metabolismo, desnutrição, convalescença, estados de carênciais em geral, déficits do crescimento e infertilidade. fototexto1 (1)

BENEFÍCIOS! O Selênio Orgânico associado à ação terapêutica da Vitamina E, faz com que a fórmula apresente uma atividade preventiva nos casos de miopatias em bezerros e da distrofia muscular nutricional. O produto é um forte estimulante das funções orgânicas e atua como coadjuvante nos tratamentos de doenças infecciosas.

Como usar:

Aplicar 5ml para Ovinos e Caprinos e 10ml nos Bovinos, via subcutânea. Alterações na posologia e no modo de usar à critério do médico veterinário.

Após a aplicação subcutânea, ocorrerá a liberação lenta dos princípios ativos (slow release), graças à adição de tensoativos, que permitem a dispersão do complexo de vitaminas lipossolúveis E e D. Os nutrientes são liberados na circulação sanguínea, corrigindo estados de carenciais, melhorando a condição corporal e fortalecendo o sistema imune dos animais.

O produto apresenta-se em frascos com 100, 500 e 1000 ml. Para repor os aminoácidos essenciais, sais minerais e vitaminas, use o Mod Plus.

Mormo-MS-Agroline

Identificado em um cavalo no início do mês passado, o caso de mormo é o primeiro da história em Mato Grosso do Sul e aconteceu no município de Bela Vista- distante 322 km de Campo Grande, no início de abril. O cavalo diagnosticado com a doença foi sacrificado e cremado como medida preventiva. Os demais animais da propriedade estão sendo submetidos a exames de sangue, para saber se o mormo já se espalhou ou não.

O mormo é uma doença infecto-contagiosa que acomete principalmente os equídeos, podendo também acometer, carnívoros, eventualmente  pequenos ruminantes o e HOMEM, sendo assim é uma zoonose. Apesar de também atingir humanos, a chance de contágio é mínima. O ser humano tem 0,5% de chance de contrair a doença. Além disso, há 60 anos não há registros de mormo em pessoas no mundo inteiro. Esta enfermidade é conhecida a vários séculos e no anos de 1968, foi considerada extinta no Brasil. Segundo o presidente da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Luciano Chiochetta, as medidas para controlar a bactéria e evitar a contaminação de outros equídeos já estão sendo tomadas. De acordo com Chiochetta, exames de sangues colhidos dos outros animais da propriedade ficam prontos em até 72 horas. Já o segundo teste precisa ser feito depois de 45 dias. “Mais um exame tem que ser feito de 45 a 90 dias, mas queremos fazer em 46 dias para que esse problema seja solucionado”, explica. Com a possível bactéria em Mato Grosso do Sul, o presidente afirma que o trânsito de equinos no Estado fica mais complicado, porque os donos dos animais precisam fazer o exame. “Com certeza o número de diagnósticos vai dobrar. Essa é uma medida precativa que precisa ser tomada, para que o mormo não seja espalhado, já que o único tratamento é o sacrifício do equino”, comenta.

 Como meu cavalo pode se contaminar?

Causada por bacteria, o agente etiológico é a Burkholderia mallei. A infecção  por esta bactéria se da através do contato com fluídos corporais dos animais doentes, como: pús, urina, secreção nasal e fezes. Este agente pode penetrar no organismo pela via digestiva, respiratória, genital ou cutânea (através de alguma lesão), alcançando a circulação sanguínea, indo alojar-se em alguns órgãos, em especial, nos pulmões e fígado. Esta bactéria possui um período de incubação de aproximadamente 4 dias. A disseminação do  mormo ocorre pelos alimentos, bebedouros, cochos, embocaduras e raramente utensílio de montaria.

A prevenção da doença baseia-se no manejo do ambiente e controle animal que envolve:

• Sacrifício dos animais positivos para a doença e interdição da propriedade que será considerada foco;

• Controle rigoroso do trânsito de equídeos, que deve obrigatoriamente ser feito acompanhado de exame de fixação de complemento (FC) negativo, dentro da validade.

• Aquisição de animais de áreas livres ou com diagnóstico laboratorial negativo;

• Realizar quarentena de animais recém-introduzidos em uma propriedade;

• Desinterdição da propriedade foco somente pelo serviço veterinário oficial após a eutanásia dos animais positivos e a obtenção de dois exames negativos sucessivos de todo plantel;

• Limpeza e desinfecção de instalações, veículos, equipamentos, utensílios e arreios com hipoclorito de sódio a 500 ppm ou desinfetantes a base de iodo ou etanol a 70%;

• Baias e cochos coletivos devem ser evitados;

• Médicos veterinários, magarefes, tratadores de animais, laboratoristas e pessoas que tem contato com animais suspeitos ou com equipamentos contaminados devem usar equipamentos de proteção individual (EPIs) tais como, luva, mascara, óculos e avental.

O diagnóstico definitivo da doença é concluído por exame laboratorial, pois os sinais clínicos são parecidos com o de outras doenças.

IMPORTANTE!

Infelizmente não existem tratamentos nem vacinas eficazes contra o mormo. Mas a prevenção e controle da doença baseia-se na interdição de propriedades com focos comprovados, sacrifício dos animais comprovados por testes positivos  oficiais por profissional da Defesa Sanitária Oficial. De acordo com o médico veterinário da Secretaria Roberto Hunziker, todas as medidas necessárias para prevenir mais casos de mormo já foram tomadas. Mormo é uma doença de notificação obrigatória, normalmente quando ocorre aparecimento de um caso são tomadas medidas de controle do transito animal por tempo indeterminado.

 

Fonte: Campo Grande News/ Revista Horse

fototexto3 (3)

No blog da Agroline além de você conhecer nossos produtos, você acompanha tudo o que acontece na agropecuária e fica semanalmente por dentro das notícias que envolvem o mundo de todo pecuarista e produtor. Acompanhe nosso blog!

Preços do suíno vivo caem até 20% em um ano

Os preços médios do suíno vivo e da carne em abril estão bem inferiores às médias do mesmo mês de 2014 em todas as regiões pesquisadas pelo Cepea. O cálculo já descontou a inflação do período (IGP-DI de março). Para o animal, a desvalorização chega a quase 20% em algumas praças do Sul do país.

Segundo pesquisadores do Cepea, com a oferta relativamente restrita, a pressão vem das demandas interna e externa enfraquecidas.

A diferençå entre os preços de carne e frango e a bovina é a maior registrada pelo Cepea, considerando-se a série iniciada em 2004 para o mercado de aves. Na parcial do mês (até o da 29), o frango inteiro resfriado registra média de R$ 3,38/kg, valor R$6,24 inferior ao da carcaça casada bovina no mesmo período, de R$9,62/kg – ambos no atacado da Grande São Paulo. No mesmo período do ano passado, a diferença era de R$4,48.

Esse cenário reflete a constante desvalorização da porteína da ave, enquanto a carne bovina segue em patamares elevados, sustentada pela baixa oferta de boi gordo para abate. De modo geral, agentes relatam uma demanda interna enfraquecida para as três carnes (bovina, suína e de frango). No caso do frango, segunda o Cepea, pesa ainda o fato de o número de animais alojados ser crescente, elevando a oferta disponível.

Fonte: CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM ECONOMIA APLICADA – São PauloFonte: Cepea

->Acesse nosso site, conheça nos produtos. Curta nossa página no facebook e fique por dentro do meio agropecuário.

 

Topline-Merial-AgrolineBlog

Por que Topline é diferente?

Topline possui formulação hidrofóbica demonstrando boa resistência à chuva. O Fipronil mata os parasitos sensíveis por contato, bloqueando os canais de Cloro controlados pelo GABA (Ácido Gama-aminobutírico), determinando paralisia espástica, morte e eliminação dos ectoparasitos sensíveis. O Fipronil pode controlar eficazmente aqueles ectoparasitos resistentes às outras moléculas ectoparasiticidas convencionais, como piretróides e organofosforados. Topline da Merial se destaca por controlar cepas de carrapatos e moscas-dos-chifres resistentes à formula de outros produtos do mercado. A ação mosquicida de Topline se prolonga por até 35 dias após o tratamento, prevenindo ainda a bicheira instalada no corpo dos animais.

Além disso, Topline conta ainda com a versão Topline RED que apresenta uma coloração exclusiva para deixar a pelagem do animal avermelhada após a aplicação do produto, a fim de facilitar a identificação do animal tratado. Sua função e princípio ativo, porém, são as mesmas do produto tradicional.

De fácil aplicação (Pour On), TOPLINE RED evita o estresse para os animais e traz menor risco de sub-dosagens. É uma opção altamente eficaz em programas estratégicos contra parasitas. Por isso, a Agroline indica Topline para o controle do carrapato, berne, mosca-do-chifre e miíase, mas seu uso é apenas para gado de corte.

 Conheça as vantagens:

- Pode ser encontrado em embalagens de 1 a 5 litros;

- Economia de manejos e mão-de-obra.

- Menos estresse e maior ganho de peso para os animais tratados.

- Melhor relação Custo/Benefício.

- Menor risco de acidentes e maior segurança no aproveitamento da aplicação.

- Evita as perdas decorrentes da espoliação causada pelas diferentes fases da vida dos ectoparasitos.

- Limpeza das pastagens.

Além disso, o produto interrompe o efeito dos parasitas em qualquer fase do ciclo parasitário, desde as larvas, até a forma adulta.

IMPORTANTE!  É de consenso nacional que os animais sofrem, a cada movimentação, uma perda de peso como conseqüência direta do estresse. Na pecuária de corte os animais perdem em média 1,5 kg/animal/manejo. Utilizando Topline os ectoparasitos estariam controlados com um número menor de aplicações quando comparados às 9 a 11 aplicações dos produtos convencionais. Essa diminuição do número de manejos implica num ganho real de 6 kg a 9 kg/animal/ano.

Prazo de validade

3 anos após a data de fabricação.

Lembre-se: O médico veterinário é o profissional certo para diagnosticar, receitar e tratar seus animais.

Preço especial e envio para todo Brasil, compre Topline na Agroline.

Aftosa-Maio-2015

Maio é o mês da primeira etapa da vacina contra a Febre Aftosa. A vacina é obrigatória em todas as propriedades que criam bovinos e búfalos De 1º a 30 de maio, o produtor poderá adquirir e realizar a aplicação das doses em todo o rebanho, independente da faixa etária.

A febre aftosa é uma doença viral altamente contagiosa e pode causar importantes perdas econômicas. A vacinação é sinal de responsabilidade do produtor que quer seus animais sadios e produtivos. Por isso, a Agroline pede a todos os pecuaristas que vacinem seu gado! Um rebanho sem febre aftosa é o principal pré-requisito para que o pecuarista possa comercializar seu animal para qualquer estado do Brasil ou para outros países. Por isso, o não cumprimento da vacinação no período previsto acarretará em penalidades para o produtor, além de multas no valor por animal não vacinado.fototexto1.2

VOCÊ SABIA? A imunização é praticada em todos os estados e no Distrito Federal, com exceção de Santa Catarina, considerado, desde 2007, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre da enfermidade sem vacinação. O último foco no Brasil foi detectado em 2006, no Paraná e no Mato Grosso do Sul. O principal cliente da carne nacional é o brasileiro – entre 75% a 80% do que é produzido no país é consumido internamente. Mesmo assim, o Brasil é o maior exportador mundial de carne bovina, comercializando seu produto para mais de 139 destinos.(Ministério da Agricultura).

São necessários certos cuidados para garantir uma boa vacinação. Confira as dicas da Agroline.

1.     Adquirir as vacinas de revendedores confiáveis e em quantidade compatível com o número de animais a ser vacinados;

2.      Manter rigoroso controle do acondicionamento das vacinas, mantendo em geladeira na temperatura entre 2 e 8 ºC ou em caixas térmicas com duas partes de gelo para uma de vacina. É muito importante a conservação adequada, pois tanto o congelamento quanto o calor anulam a eficiência da vacina;

3.     Manter a seringa dentro da caixa térmica mesmo nos pequenos intervalos entre as aplicações;

4.      Evitar deixar os animais presos por períodos prolongados;

5.      Disponibilizar aos animais fácil acesso a água e alimentos após a vacinação;

6.  Evitar estressar e maltratar os animais, o que pode causar prejuízos (abortos, traumatismos, etc.) e prejudicar a resposta imunológica à vacinação;

7.     A dose a ser aplicada em cada animal deve ser aquela indicada no rótulo do frasco de vacina. Uma dosagem menor do que a indicada pelo fabricante não proporcionará proteção desejada;

8.    Devem ser utilizadas agulhas de tamanho adequado, limpas e com bom estado de conservação. Agulhas de calibre muito grosso podem provocar refluxo de vacina e reduzir a quantidade aplicada;

9.  As vias de aplicação devem ser observadas no rótulo ou na bula das vacinas;

10. Zelar pela limpeza e assepsia dos equipamentos e instrumentais utilizados na vacinação;

11.  Não aplicar a vacina em partes impróprias e/ou sujas do corpo do animal;

12.  Utilize uma agulha só para retirar a vacina do frasco, minimizando a contaminação do conteúdo do frasco com a agulha que teve contato com o animal;

13.  Trocar a agulha a cada lote de 10 animais vacinados, substituindo por uma limpa e em bom estado, descartando agulhas desgastadas e/ou tortas, lavando e desinfetando agulhas em condições de ser reutilizadas.

 

A segurança em consumir uma carne brasileira com qualidade, no Brasil ou no mundo, não tem preço. Faça a sua parte nesta história de sucesso.

Garantimos o melhor preço de aftosa, não deixa de mandar sua cotação, ligue no telefone (67) 3321-8988.

Sigo-Homeopatia-Agroline

A homeopatia é um conceito moderno. Os produtos acrescentados ao sal mineral, ração ou água, dispensa trabalhos de curral e manejos trabalhosos, diminuindo o custo operacional dessas ações, não causam tolerância ou resistência. Além disso o tratamento homeopático é de baixo custo.

Desenvolvidos a partir dos conhecimentos em Homeopatia, os produtos da Sigo buscam levar saúde e equilíbrio aos animais. Este sistema terapeutico conhecido há 200 anos vem tendo aceitação crescente no agro-negócio devido à sua eficácia e ao seu baixo custo . Além disso, não apresenta substâncias tóxicas prejudiciais à saúde ou ao meio ambiente, tem caminho livre mesmo nos protocolos mais exigentes dos mercados nacional e internacional.

Mas, quais as vantagens de se usar a Homeopatia em animais?fototexto2 (4)

 

-              Facilidade operacional. Os medicamentos são misturados ao sal mineral, protéicos ou rações e disponibilizados no cocho aos animais.

-              Não provoca stress.

-              Reduz custos de produção.

-              Toxicidade ausente para o homem e o animal.

-              Ausência total de resíduos na carne e no leite.

-              Não provoca resistência nos agentes causadores das doenças.

-              Otimiza a mão de obra na Fazenda. Evitando recolher o rebanho para tratá-lo.

 

Conheça alguns produtos da linha de Homeopáticos da SIGO

 

SodoSido: Controla a sodomia. “Trepação” de machos sobre machos.

EndectoSido: Controla carrapatos, mosca do chifre, bernes, verminoses e bicheiras.

MastiSigo: Cura e previne mastites clínicas e sub-clínicas.

EngordSigo Plus: Melhora o acabamento e o rendimento de carcaça, priorizando deposição de gordura subcutânea em detrimento da visceral. Aumenta o marmoreio da carne nos zebuínos. Controle da sodomia. Este produto é “dois em um”.

CascSigo: Previne e cura problemas infecciosos e metabólicos dos cascos.

EnteroSigo: Previne e cura diarréias neonatais em mamíferos pecuários, especialmente bezerros.

DermaSigo: Controla a incidência de dermatofilose (mela), dermatomicose (tinhas, fungos) e de fotossensibilização(requeima).

FertSigo: Otimiza a ocorrência de cios férteis a intervalos normais em fêmeas pecuárias ( bovinas, bubalinas, ovinas, caprinas e suínas).

VerruSigo: Cura e previne papilomatose (verruga ou figueira).

LactoSigo: Principais enfermidades que afetam o gado leiteiro com controle tripli: Parasitas (carrapatos, moscas dos chifres e dos estábulos, bernes e vermes), Mastites e Afecções dos Cascos.

OvinoSigo: Controla verminoses, requeima e coccidioses em ovinos.

Acesse nosso site! Conheça nossas lojas nas cidades de Campo Grande, Dourados e Goiânia. Experimente a homeopatia no seu animal, é um procedimento seguro e eficaz.

Cupinicidas-Agroline

O cupim é pequeno, delicado, tem patas minúsculas e finas. Olhando assim, eles não parecem bichinhos tão destruidores. Mas, este inseto tão pequeno além de fazer um estrago, existe na Terra há muito mais tempo que o próprio homem.

Como acabar com esses pequenos destruidores?    

CUPINICIDA LÍQUIDO é indicado no controle de cupins de madeira seca, em ambiente domiciliar, institucional e industrial. Desde que o homem começou a construir habitações e outras estruturas de madeira, o cupim ficou conhecido. Os cupins são insetos conhecidos por nós pelo hábito de se alimentarem preferencialmente de celulose, atacando papéis, livros, estruturas de madeira, ou qualquer outro material derivado deste composto. Mas, é interessante frisar que além de madeiras, existem muitas espécies de cupins onde a fonte de alimento pode variar bastante como raízes de plantas, fungos entre outros.fototexto1 (7)

Com cyfluthrin em sua composição, cada 20ml de Cupinicida liquido deve ser diluído em 1 litro de água ou querosene. Sua aplicação é fácil, basta colocar essa “calda” na madeira a ser tratada.

Informações extras:

 

-              Não aplicar sobre alimentos e utensílios de cozinha, plantas e aquários;

-               Não fumar durante a aplicação;

-              Conservar o produto longe do alcance de crianças e/ou animais;

-              Não reutilizar as embalagens vazias e manter o produto na embalagem original;

-              Não jogue no fogo ou incinerador. Perigoso se aplicado próximo a chamas ou superfícies aquecidas;

 

Atenção! Em caso de contato direto com o produto, lavar a parte atingida com água e sabão, se o produto entrar em contato com os olhos, lave com água corrente em abundância. Em caso de intoxicação, procurar o Centro de Intoxicações ou Serviço de Saúde, levando a embalagem ou rótulo.

Na Agroline você encontra os cupinicidas líquidos com o melhor preço.

Você sabia? Embora várias pessoas achem os cupins parecidos com formigas, eles estão mais próximos das baratas.

Sobre o blog

  • Agroline: Olá Francieli, Para garantir a segurança de seu animal, pedimos que entre em contato com um médi [...]
  • Franciele Dos Santos: Oi, Eu To Muito Triste Porq a Minha Cachorra Foi Envenenada Por Chumbinho, Eu Ja Dei Varios Remedios [...]
  • Matheus Resende: Caso eu fassa o uso do butox na égua gestande de 9 meses pode acarretar algo pra o filhote? [...]
  • Agroline: Olá Flavia, Para garantir a segurança de seu animal, pedimos que entre em contato com um médico [...]
  • Agroline: Olá Jamille, Para garantir a segurança de seu animal, pedimos que entre em contato com um médico [...]

Enquete

Qual laboratório você utiliza com mais frequência para realizar IATF?

  • Ouro Fino (50%, 6 Votes)
  • Tecnopec (25%, 3 Votes)
  • Pfizer (17%, 2 Votes)
  • Intervet (8%, 1 Votes)
  • Biogenesis Bago (0%, 0 Votes)
  • Shering (0%, 0 Votes)

Votos: 12

Loading ... Loading ...